postheadericon Crise

A Crise segundo Albert Einstein

“Não podemos querer que as coisas mudem, se sempre fazemos o mesmo. A crise é a maior benção que pode acontecer as pessoas e aos países, porque a crise traz progressos. A criatividade nasce da angústia assim como o dia nasce da noite escura. É na crise que nascem os inventos, os descobrimentos e as grandes estratégias.Quem supera a crise se supera a si mesmo sem ter sido superado. Quem atribui a crise seus fracassos e penúrias, violenta seu próprio talento e respeita mais os problemas que as soluções. A verdadeira crise, é a crise da incompetência. O inconveniente das pessoas e dos países é a dificuldade para encontrar as saídas e as soluções. Sem crises não há desafíos, sem desafios a vida é uma rotina, uma lenta agonia. Sem crises não há méritos. É na crise que aflora o melhor de cada um, porque sem crise todo vento é uma carícia. Falar da crise é promovê-la,e calar-se na crise é exaltar o conformismo. Em vez disto, trabalhemos duro. Acabemos de uma vez com a única criseameaçadora, que é a tragédia de não querer lutar para superá-la."

postheadericon O que vem depois da lei de "homofobia"

UBE - BLOGAGEM COLETIVA


União de Blogueiros Evangélicos


VOCÊ VAI PERMITIR?
(¿Usted lo permitirá?)

Pastor Hector Muñoz Uribe - Concepción/Chile

Tradução de João Cruzué


O que você diria se um homossexual entregasse a "teu" filho de oito anos um “manual” para convencê-lo de que suas condutas [homossexuais] são inteiramente normais? Que diria você se esse “manual” lhe inculcara que as condutas homossexuais não são aceitas por culpa da Igreja e da moral cristã que você tem ensinado?

Que diria você, se soubesse que esse “manual” vem acompanhado de um cursos, que inclui algumas “tarefas” como fazer um convite para um homossexual vir a sala de aula para que explique suas próprias experiências, ou pior ainda, efetuar visitas a organizações de homossexuais, onde se lhe explicará com todos os detalhes como se deve “assumir” a homossexualidade?

E, que diria você se o Ministério da Educação (do Chile) outorgasse um respaldo oficial a este “manual” dando-lhe boas vindas, como acaba de fazê-lo a chefe do Departamento de Educação Extracurricular do Ministério de Educação, Magdalena Garretón: “São muito bem-vindos os materiais para ensinar sobre este tema” (publicado no Jornal El Mercúrio em 28 de abril de 2009) ainda que o MEC – Chileno não o respalde?

Tal situação não é uma mera possibilidade. Ao contrário, é muito provável que seu filho deva estudar o manual “Educando na diversidade, orientação sexual e identidade de gênero” editado pelo “Movimiento de liberación homossexual [do Chile] e financiado pelo governo socialista de Extremadura (Comunidade Autônoma da Espanha, cuja Capital é Mérida) e pelo “Movimiento homosexual Triángulo”, também da Espanha.

Esse “manual” se destina, em uma primeira edição, a 250 colégios da Região Metropolitana de Santiago para crianças desde a 7ª séria do ensino fundamental até o 4º ano do ensino médio, além de oferecê-lo gratuitamente em página da WEB.

Seu objetivo é acostumar aos meninos, e entre eles pode estar “teu” filho, com as condutas homossexuais, acabar com qualquer objeção de consciência a essas condutas e, por último, a quem já tenha sido pervertido por suas diretrizes, a “sair do armário” publicamente. Ou seja, uma apologia da homossexualidade.

Mas este "manual" não fica apenas na teoria. Explica também a meninos e meninas que em seu "processo de auto-conhecimento" se deve destruir a "homo-transfobia-interiorizada", acabar com o recato e a vergonha sobre sua orientação sexual ou identidade de gênero.

Em poucas palavras, isto significa que os ativistas homossexuais trataram de convencer a muitos meninos, que se encontram em uma fase de amadurecimento incipiente, de que são homossexuais sem sabê-lo, e que mais adiante se devem comportar como tais.

Posteriormente lhes mostra, nesse processo de "auto-conhecimento", que poderão ter experiências "de intimidade com pares homossexuais ou transexuais e, finalmente, lhes recomenda, a "saída do armário", ou seja, que proclamem sem vergonha sua condição homossexual.

Segundo o "manual", a principal culpada da discriminação aos homossexuais é a influência do cristianismo. Uma das religiões que consideram a homossexualidade com um pecado que atenta contra a moral e os bons costumes.

O "manual" explica aos meninos que "o pecado é um conceito religioso que somente se baseia na Bíblia, em texto "não conclusivo".

A consequência é que "teu" filho, na medida que se deixe induzir por ativistas homossexuais, se convencerá da "normalidade" de tais condutas, e terminará inevitavelmente rechaçando qualquer influência moral da religião, por crer que esta é a causadora de todas as discriminações.

Toda esta incitação à imoralidade e instigação à apostasia da moral cristã está sendo financiada pela Junta de Extremadura do PSOE (partido político da Espanha) e pela fundação espanhola "Triángulo" de lésbicas e homossexuais para impor sobre o Chile o que hoje já é lei na Espanha: as uniões civis homossexuais e a adoção de crianças por parte desses "casais".

Mas o objetivo do Movimento de Homossexuais (Movilh) é que o Ministério da Educação - 0 do Chile - incorpore o manual para lhe dar uma distribuição nacional. Segundo eles, o Movilh com esta publicação está "fazendo as vezes" do MEC-Chileno.

Afirma o "Movilh" que há jovens que estão solicitando sua publicação em todas as províncias chilenas (de Arica a Punta Arenas) sem embargo, uma política educação sexual para estudantes via Ministério da Educação ( CNN Chile, 18 de abril, 2009)

Isto é uma clara pressão para que o Governo do Chile "encampe" este manual como um texto educativo para todo o país. Tal eventualidade é bem provável, uma vez que o grande financiador das atividades do "Movilh" é precisamente o governo do Chile.

Ademais, o próprio Ministério de Educação do Chile já deu as "boas-vindas" a este péssimo manual e no passado recomendou um livro de conteúdo muito semelhante que aconselhava aos meninos: "Faça contato com alguma pessoa homossexual que você conheça. Se puder, convide-a para conversar em seu curso no colégio" ("Cambiando de Piel" - edição "La morada" 1997).

Pense um pouco em "teu" filho, ou em "tua" netinha. Pense na pressão do ambiente desse curso, nas burlas e sanções, se se obstina em considerar que as condutas homossexuais são "intrisicamente desordenadas" ou simplesmente, um pecado, como sempre tem ensinado a Igreja cristã.

Resistirá?

Este "manual" é uma clara incitação à apostasia da moral cristã e da fé, e um curso de perversão sexual para as crianças; para seu filho e para sua filha e faz parte de uma campanha para descristianizar o Chile desde suas próprias raízes.

E não pense que se você os matricular em um colégio cristão estarão a salvo desta influência. O "manual" foi redigido graças a uma "experiência piloto" realizada em vários colégios, entre os quais, o "Alma Matar" e o "Monsenhor Enrique Alvear", que dizem ter uma orientação católica.

É necessário e urgente exercer uma presão sobre o Ministério da Educação para impedir que aqueles que pretendem dar um respaldo oficial a este "manual" tenham êxito. Se a Ministra da Educação não vir, de parte dos pais de família uma forte reação contra esta campanha de pervertimento de nossos filhos, terminará por ceder diante das pressões do movimento dos homossexuais.

As declarações de boas-vindas da chefe do departamento de Educação Estracurricular do Ministério da Educação Chileno, Magdalena Garretón, a este material, são um claro indício de que se pretende aprovar oficialmente esta publicação.

Por esta razão, é urgente que você faça chegar agora mesmo seu protesto a Senhora Ministra e re-envie este email a todos seus conhecidos. Envie agora mesmo seu protesto. Emails e cartas o mais que puder. Que o Chile se informe da verdadeira realidade.

Email recebido do Pastor Hector Muñoz.

Original em espanhol: Blog Mirar Cristiano


Comentário - Hoje isto está acontecendo no Chile; amanhã, provavelmente, poderia acontecer no Brasil. Vejo uma Igreja cristã brasileira indiferente e pouco engajada. Do outro lado, o exército dos "amalequitas" está formado. Financiado com recursos públicos. Dos impostos que nós, cristãos, pagamos. Financiado com recursos de países e organizações estrangeiras. A Igreja brasileira não está levando em conta o tamanho do mal que está por vir. Para combater isso não basta orar. Nem se omitir; justificar que o mundo jaz no maligno. Você deve isto a seus filhos. A seus netos. É preciso se mexer dentro do exercício do jogo democrático. Protestar. Espernear. Engana-se quem pensa que, se a Lei da "homofobia" passar, o ativismo homossexual vai se arrefecer. O que está acontecendo no Chile mostra que não. Há uma estratégia planejada para exigir a mudança constitucional para legalizar o casamento homossexual. Com a lei da "homofobia" aprovada, o caminho fica livre. E se a lei mudar, pode amparar o casamento homossexual dentro da sua Igreja. Acorda e protesta! (João Cruzué)

postheadericon Somente para os Seus...

I Coríntios 1. 21-24 : 21Visto como na sabedoria de Deus o mundo não conheceu a Deus pela sua sabedoria, aprouve a Deus salvar os crentes pela loucura da pregação. 22 Porque os judeus pedem sinal, e os gregos buscam sabedoria; 23 Mas nós pregamos a Cristo crucificado, que é escândalo para os judeus, e loucura para os gregos. 24 Mas para os que são chamados, tanto judeus como gregos, lhes pregamos a Cristo, poder de Deus, e sabedoria de Deus.

A Bíblia é um livro espetacular; as cartas paulinas são formidáveis, e esta passagem de I Coríntios é radiante. O Apóstolo Paulo era um homem além do seu tempo, conhecedor dos mistérios de Deus, instruído como poucos por Cristo a pregar o evangelho da verdade, aquele evangelho que apresenta Cristo como SENHOR e SALVADOR, e não como uma marionete ou um fantoche que é manipulado por alguns crentes, que querem somente as bênçãos do Deus e não o Deus das bênçãos.

Ao ler este texto de Paulo, principalmente o versículo 22, me vem a mente a imagem de dois grupos crentes: o primeiro grupo, é o daqueles que somente querem sinais, como os judeus acima descritos, um grupo de pessoas que tentam justificar a sua fé nos prodígios que Jesus pode fazer, nos seus milagres e nas suas atuações sobrenaturais, pessoas que só acreditam em Jesus por causa de suas façanhas, seus feitos. Quero deixar bem claro, que não duvido em nenhum momento da atualidade dos milagres de Jesus, pois eu mesmo vivo estes milagres dia-a-dia em minha vida, porém, isso não é o ponto central e único da minha fé, mas sim um complemento do que creio, pois acima de tudo, Jesus é para mim SENHOR e SALVADOR, mesmo que os seus milagres não estejam expressos de forma “nítida” e altamente “perceptível” em minha vida, mesmo assim eu creio que ele é SENHOR. O próprio Jesus exorta àqueles que o seguiam somente por causa de seus prodígios. “Então Jesus lhe disse: se porventura não virdes sinais e prodígios, de modo nenhum crereis” (Jo. 4.48). O segundo grupo, é o daqueles que tentam explicar tudo por meio da “sabedoria”, do conhecimento, da “razão”, pessoas que duvidam da existência e da operacionalidade sobrenatural de Jesus, que não acreditam no transcendente, no que está além dos seus livros e suas filosofias, pessoas que cercam Jesus para que Ele não vá além de suas crenças, de seus limites espirituais, pessoas que deixam Jesus agindo há dois mil anos atrás, e negam sua ação hoje, sua atualidade, pensando que após sua subida aos céu, ele entrou de férias e voltará somente no dia do juízo. Não quero dizer que seja ruim estudar, ter conhecimento, ao contrário, é extremamente necessário, devemos ser detentores do conhecimento, mas sabendo que este conhecimento não é o fim, nem a explicação de tudo, e que “existe mais coisas entre o céu e a terra, do que diz nossa vã filosofia” (Shakespeare). Não devemos nem podemos limitar a livre ação de Deus por intermédio do Espirito Santo. Paulo diz: “conhecerei a verdade, e a verdade vos libertará” (Jo. 8.32). Esta verdade nos libertará realmente, libertará dos charlatões, dos mentirosos, mas nos liberta também dos escravagistas modernos, que nos prendem a um evangelho manco e morto, que tentam tirar de nós algo que o Pai nos deu no dia da criação: nossas emoções e alegrias.

Nós somos os escolhidos de Deus, como diz o versículo 24, por isso, devemos crer e viver a sua mensagem em Cristo, os seus desejos para nossa vida, sua atualidade e sua ação em nosso meio hoje, para cumprirmos com a Sua vontade, de sermos plenamente livres para adorá-Lo.

Amados (as), sirvam a Deus em todo o tempo, se entreguem a Ele em espírito e em verdade, creiam em sua ação, deixem-se dominar pelo Espírito Santo, é Ele quem deve nos guiar, e nós devemos ir onde Ele quiser...Jerusalém...Samaria, e com Jesus, .... até aos confins da terra.

A razão da minha vida: JESUS!

Toda honra e glória, e.....

José Ricardo Azevedo Capelari

postheadericon Fernando Pessoa - Palco da Vida!

Você pode ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não se esqueça de que sua vida é a maior empresa do mundo. Só você pode evitar que ela vá à falência. Há muitas pessoas que precisam, admiram e torcem por você. Gostaria que você sempre se lembrasse de que ser feliz não é ter um céu sem tempestade, caminhos sem acidentes, trabalhos sem fadigas, relacionamentos sem desilusões. Ser feliz é encontrar força no perdão, esperança nas batalhas, segurança no palco dos medos, amor nos desencontros. Ser feliz não é apenas valorizar o sorriso, mas refletir sobre a tristeza, aprender lições nos fracassos, encontrar alegria no anonimato. Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história. Atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma. É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida. Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. Saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um "não". É ter maturidade para falar "eu errei". É ter ousadia para dizer "me perdoe". É ter sensibilidade para expressar “eu preciso de você". Ter capacidade de dizer "eu te amo". É ter humildade da receptividade. Desejo que a vida se torne um canteiro de oportunidades para você ser feliz... E, quando você errar o caminho, recomece!Pois assim você descobrirá que ser feliz não é ter uma vida perfeita. Mas usar as lágrimas para irrigar a tolerância. Usar as perdas para refinar a paciência. Usar as falhas para lapidar o prazer. Usar os obstáculos para abrir as janelas da inteligência. Jamais desista de si mesmo. Jamais desista das pessoas que você ama. Jamais desista de ser feliz, pois a vida é um obstáculo imperdível, ainda que se apresentem dezenas de fatores a demonstrarem o contrário.

Pedras no caminho? Guardo todas, um dia vou construir um castelo...

postheadericon Deus tranformará o deserto da sua vida em Manancial!


Talvez, você nunca tenha parado para fazer a seguinte comparação: há vezes que nossa vida parece um verdadeiro deserto. Um deserto não é somente marcado pelo calor e aridez que lhe acomete durante o dia, é também marcado por suas drásticas mudanças climáticas, sendo que a noite, o deserto chega a ser um dos lugares mais frios e inóspitos que podemos conhecer. Assim também podemos comparar nossas vidas, que por vezes é árida e seca como o dia no deserto, e por outras fria e sem graça como a noite do deserto. Mas o que mais causa medo, é quando nossas vidas se encontram com a pior das característica existentes em um deserto, que é: A FALTA DE VIDA e de ESPERANÇA. E por mais que tentamos lutar e mudar a realidade, mais parece que as densas cortinas de areia encobrem nossos olhos para nos tirar a vista daquilo que nos pode dar esperança. Mas nos desertos em geral, existe um fenômeno ou um lugar muito especial, algo diferente que transforma toda a realidade, toda a paisagem daquele local, a isto damos o nome de manancial ou oásis se assim preferir, um lugar de vida, que brota em meio a sequidão, que resiste e dá conforto nas noites frias e tristes. No livro de Ezequiel, no capítulo 36 dos versos 16 à 38, há uma palavra de restauração a Israel, o povo de Deus. Esta palavra foi trazida a este povo em meio a uma grande luta que eles estavam enfrentando, em meio a um deserto de sofrimento e dor, e no verso 28 diz: “habitareis na terra que eu dei a vossos pais; VÓS SEREIS O MEU POVO, E EU SEREI O VOSSO DEUS”. Ou seja, Deus é capaz de tirar seus filhos de um deserto e coloca-los em um manancial de vida, de alegria e de paz, mas para isso é necessário que nossos corações estejam abertos para receber a Jesus Cristo, o enviado de Deus ao mundo para nos tirar do deserto e nos levar ao lugar de vida, ao MANANCIAL – “aquele, porém, que beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede; pelo contrário, a água que eu lhe der será uma fonte a jorrar para a vida eterna” (Jo. 4.14). E neste momento talvez você se pergunte: “Como faço então para que Cristo faça parte de minha vida e eu possa então sair deste deserto?”, a resposta é: “Se, com tua boca confessares Jesus como Senhor e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, será salvo“ (Rm. 10. 9). Sendo assim, a saída do deserto da vida está condicionada a entrada no manancial que se chama Jesus Cristo, uma não acontece sem a outra, pois não existe vida se não for em Jesus Cristo.

Desta forma Deus transformará seu deserto em um manancial, em um lugar de esperança!

postheadericon Lei da Homofobia - PLC 122/2006

Manifesto Presbiteriano sobre a Lei da Homofobia

Leitura: Salmo

O Salmo 1, juntamente com outras passagens da Bíblia, mostra que a ética da tradição judaico-cristã distingue entre comportamentos aceitáveis e não aceitáveis para o cristão. A nossa cultura está mais e mais permeada pelo relativismo moral e cada vez mais distante de referenciais que mostram o certo e o errado. Todavia, os cristãos se guiam pelos referenciais morais da Bíblia e não pelas mudanças de valores que ocorrem em todas as culturas.

Uma das questões que tem chamado a atenção do povo brasileiro é o projeto de lei em tramitação na Câmara que pretende tornar crime manifestações contrárias à homossexualidade. A Igreja Presbiteriana do Brasil, a Associada Vitalícia do Mackenzie, pronunciou-se recentemente sobre esse assunto. O pronunciamento afirma por um lado o respeito devido a todas as pessoas, independentemente de suas escolhas sexuais; por outro, afirma o direito da livre expressão, garantido pela Constituição, direito esse que será tolhido caso a chamada lei da homofobia seja aprovada.

A Universidade Presbiteriana Mackenzie, sendo de natureza confessional, cristã e reformada, guia-se em sua ética pelos valores presbiterianos. O manifesto presbiteriano sobre ahomofobia, reproduzido abaixo, serve de orientação à comunidade acadêmica, quanto ao que pensa a Associada Vitalícia sobre esse assunto:

“Quanto à chamada LEI DA HOMOFOBIA, que parte do princípio que toda manifestação contrária ao homossexualismo é homofóbica, e que caracteriza como crime todas essas manifestações, a Igreja Presbiteriana do Brasil repudia a caracterização da expressão do ensino bíblico sobre o homossexualismo como sendo homofobia, ao mesmo tempo em que repudia qualquer forma de violência contra o ser humano criado à imagem de Deus, o que inclui homossexuais e quaisquer outros cidadãos.

Visto que: (1) a promulgação da nossa Carta Magna em 1988 já previa direitos e garantias individuais para todos os cidadãos brasileiros; (2) as medidas legais que surgiram visando beneficiar homossexuais, como o reconhecimento da sua união estável, a adoção por homossexuais, o direito patrimonial e a previsão de benefícios por parte do INSS foram tomadas buscando resolver casos concretos sem, contudo, observar o interesse público, o bem comum e a legislação pátria vigente; (3) a liberdade religiosa assegura a todo cidadão brasileiro a exposição de sua fé sem a interferência do Estado, sendo a este vedada a interferência nas formas de culto, na subvenção de quaisquer cultos e ainda na própria opção pela inexistência de fé e culto; (4) a liberdade de expressão, como direito individual e coletivo, corrobora com a mãe das liberdades, a liberdade de consciência, mantendo o Estado eqüidistante das manifestações cúlticas em todas as culturas e expressões religiosas do nosso País; (5) as Escrituras Sagradas, sobre as quais a Igreja Presbiteriana do Brasil firma suas crenças e práticas, ensinam que Deus criou a humanidade com uma diferenciação sexual (homem e mulher) e com propósitos heterossexuais específicos que envolvem o casamento, a unidade sexual e a procriação; e que Jesus Cristo ratificou esse entendimento ao dizer, “. . . desde o princípio da criação, Deus os fez homem e mulher” (Marcos 10.6); e que os apóstolos de Cristo entendiam que a prática homossexual era pecaminosa e contrária aos planos originais de Deus (Romanos 1.24-27; 1Coríntios 6:9-11).

A Igreja Presbiteriana do Brasil MANIFESTA-SE contra a aprovação da chamada lei dahomofobia, por entender que ensinar e pregar contra a prática do homossexualismo não éhomofobia, por entender que uma lei dessa natureza maximiza direitos a um determinado grupo de cidadãos, ao mesmo tempo em que minimiza, atrofia e falece direitos e princípios já determinados principalmente pela Carta Magna e pela Declaração Universal de Direitos Humanos; e por entender que tal lei interfere diretamente na liberdade e na missão das igrejas de todas orientações de falarem, pregarem e ensinarem sobre a conduta e o comportamento ético de todos, inclusive dos homossexuais.
Portanto, a Igreja Presbiteriana do Brasil reafirma seu direito de expressar-se, em público e em privado, sobre todo e qualquer comportamento humano, no cumprimento de sua missão de anunciar o Evangelho, conclamando a todos ao arrependimento e à fé em Jesus Cristo”.


Rev. Dr. Augustus Nicodemus Gomes Lopes
Chanceler da Universidade Presbiteriana Mackenzie

http://www.mackenzie.br/manifesto_presbiteriano.html

postheadericon Nas palmas das maos de Deus!

Recebi esta mensagem na manhã de hoje (09/05/09), dia do meu aniversário, gostei, e estou repassando para que você desfrute comigo.

Veja, eu gravei você nas palmas das minhas mãos.

ISAÍAS 49.16

O que mais importa não é o fato que eu conheço a Deus, mas, sim, algo muito maior que está implícito neste conhecimento — ele me conhece. Eu estou gravado nas palmas de suas mãos. Nunca sou esquecido por ele. Todo o meu conhecimento dele depende da iniciativa permanente da parte de Deus em me conhecer. Eu o conheço porque ele me conheceu primeiro e continua a me conhecer. Ele me conhece como meu melhor amigo, alguém que me ama. Não há um único momento em que ele tira seus olhos de mim ou que se distrai e me esquece; portanto, não há um momento sequer em que ele deixa de cuidar de mim. Este é um conhecimento extremamente significativo. Há um indizível conforto — o tipo de conforto que nos dá poder, isto é, não nos enfraquece — em conhecer este Deus que está constantemente consciente de mim em amor e cuidando de mim para o meu bem.

PARA REFLETIR: Que conforto você sente ao saber que seu nome está
gravado na mão de Deus?

J. L. Packer

postheadericon Divórcio - Por Arnaldo Jabor

Meus amigos separados não cansam de perguntar como consegui ficar casado 30 anos com a mesma mulher. As mulheres sempre mais maldosas que os homens, não perguntam a minha esposa como ela consegue ficar casada com o mesmo homem, mas como ela consegue ficar casada comigo. Os jovens é que fazem as perguntas certas, ou seja, querem conhecer o segredo para manter um casamento por tanto tempo. Ninguém ensina isso nas escolas, pelo contrário. Não sou um especialista do ramo, como todos sabem, mas dito isso, minha resposta é mais ou menos a que segue: Hoje em dia o divórcio é inevitável, não dá para escapar. Ninguém agüenta conviver com a mesma pessoa por uma eternidade. Eu, na realidade já estou em meu terceiro casamento - a única diferença é que casei três vezes com a mesma mulher. Minha esposa, se não me engano está em seu quinto, porque ela pensou em pegar as malas mais vezes que eu. O segredo do casamento não é a harmonia eterna... Depois dos inevitáveis arranca-rabos, a solução é ponderar, se acalmar e partir de novo com a mesma mulher. O segredo no fundo é renovar o casamento e não procurar um casamento novo. Isso exige alguns cuidados e preocupações que são esquecidos no dia-a-dia do casal. De tempos em tempos, é preciso renovar a relação. De tempos em tempos é preciso voltar a namorar, voltar a cortejar, seduzir e ser seduzido. Há quanto tempo vocês não saem para dançar? Há quanto tempo você não tenta conquistá-la ou conquistá-lo como se seu par fosse um pretendente em potencial? Há quanto tempo não fazem uma lua-de-mel, sem os filhos eternamente brigando para ter a sua irrestrita atenção? Sem falar dos inúmeros quilos que se acrescentaram a você depois do casamento. Mulher e marido que se separam perdem 10 kg em um único mês, por que vocês não podem conseguir o mesmo? Faça de conta que você está de caso novo. Se fosse um casamento novo, você certamente passaria a freqüentar lugares novos e desconhecidos, mudaria de casa ou apartamento, trocaria seu guarda-roupa, os discos, o corte de cabelo, a maquiagem. Mas tudo isso pode ser feito sem que você se separe de seu cônjuge. Vamos ser honestos: ninguém agüenta a mesma mulher ou o mesmo marido por trinta anos com a mesma roupa, o mesmo batom, com os mesmos amigos, com as mesmas piadas. Muitas vezes não é a sua esposa que está ficando chata e mofada, é você, são seus próprios móveis com a mesma desbotada decoração. Se você se divorciasse, certamente trocaria tudo, que é justamente um dos prazeres da separação. Quem se separa se encanta com a nova vida, a nova casa, um novo bairro, um novo circuito de amigos. Não é preciso um divórcio litigioso para ter tudo isso. Basta mudar de lugares e interesses e não se deixar acomodar. Isso obviamente custa caro e muitas uniões se esfacelam porque o casal se recusa a pagar esses pequenos custos necessários para renovar um casamento. Mas se você se separar, sua nova esposa vai querer novos filhos, novos móveis, novas roupas e você ainda terá a pensão dos filhos do casamento anterior. Não existe essa tal "estabilidade do casamento" nem ela deveria ser almejada. O mundo muda, e você também, seu marido, sua esposa, seu bairro e seus amigos. A melhor estratégia para salvar um casamento não é manter uma "relação estável", mas saber mudar junto. Todo cônjuge precisa evoluir, estudar, aprimorar-se, interessar-se por coisas que jamais teria pensado em fazer no inicio do casamento. Você faz isso constantemente no trabalho, porque não fazer na própria família? É o que seus filhos fazem desde que vieram ao mundo. Portanto descubra a nova mulher ou o novo homem que vive ao seu lado, em vez de sair por aí tentando descobrir um novo interessante par. Tenho certeza que seus filhos os respeitarão pela decisão de se manterem juntos e aprenderão a importante lição de como crescer e evoluir unidos apesar das desavenças. Brigas e arranca-rabos sempre ocorrerão: por isso de vez em quando é necessário se casar de novo, mas tente fazê-lo sempre com o mesmo par. Como vê, NÃO EXISTE MÁGICA - EXISTE COMPROMISSO, COMPROMETIMENTO E TRABALHO - é isso que salva casamentos e famílias."

postheadericon Com Jesus eu venço a tempestade!

TEXTO: "Naquele dia, quando já era tarde, disse-lhes: Passemos para o outro lado. E eles, deixando a multidão, o levaram consigo, assim como estava, no barco; e havia com ele também outros barcos. E se levantou grande tempestade de vento, e as ondas batiam dentro do barco, de modo que já se enchia. Ele, porém, estava na popa dormindo sobre a almofada; e despertaram-no, e lhe perguntaram: Mestre, não se te dá que pereçamos? E ele, levantando-se, repreendeu o vento, e disse ao mar: Cala-te, aquieta-te. E cessou o vento, e fez-se grande bonança. Então lhes perguntou: Por que sois assim tímidos? Ainda não tendes fé? Encheram-se de grande temor, e diziam uns aos outros: Quem, porventura, é este, que até o vento e o mar lhe obedecem?". (Marcos 4. 35-41).

INTRODUÇÃO:

Ao lembra-me desta história de Jesus com seus discípulos, e após ler este e os outros textos da mesma passagem nos evangelhos, fiquei a pensar nas tempestades que se abatem sobre nossas vidas, são lutas que aparecem em nosso caminho que muitas vezes desestruturam nossa fé, minam nossas forças, nos fazem chorar e sofrer. O mesmo estava Acontecendo com os Apóstolos e Jesus naquele mar da Galiléia, uma grande tempestade havia se estabelecido sobre eles, a situação era toda propícia para isso. O Mar da Galiléia fica a 213 m abaixo do nível do mar, ele é cercado por montanhas, que criam um vale por onde o ar "encana" causando tempestades fortíssimas e repentinas naquele lugar. Às vezes as situações da vida criam este vale propício a chuvas e tempestades, nos colocando no "olho" do furacão, no meio da tormenta, mas no barco daqueles homens estava Jesus, e com Ele o poder de acalmar a tempestade sobre aquele mar. Como a região do mar da Galiléia era propicia a formação de tempestade, há em nossas vidas algumas áreas que são mais propícias a formação de tormentas: nosso lar; nossas finanças; nossa alma.

Porém se você tiver fé, hoje Jesus Cristo pode acalmar 1º) A TEMPESTADE NO SEU LAR. Talvez o seu mar familiar esteja revoltado nestes tempos. Filhos, cônjuge, parentes, podem estar passando por perturbações, talvez você sinta que sua casa pareça um mar da Galiléia, cercado de montanhas, afundado em um vale, sendo um ambiente propício para as tempestades. A família é um lugar onde o diabo gosta de atacar, de atemorizar, de atazanar, lançando suas setas inflamadas, família também é um lugar fértil para discussões, devido à proximidade das pessoas, a intimidade e, o desgaste por causa da proximidade. Por bem da verdade, o que acontece realmente, é que muitas vezes nós não estamos preparados para viver em família, e o ambiente acaba se tornando hostil e ruim para se viver, mas saiba de algo, Jesus esta com você neste barco, e mesmo que pareça, Ele não está dormindo, ou de olhos fechados para a tua situação. Jesus se preocupa com você e com a sua família. Seus filhos são importantes para Cristo; seu cônjuge é importante para Cristo, e Jesus está a postos para abençoá-los, por isso é necessário que você creia que Jesus trará libertação! Ter uma atitude de fé diante da tempestade no seu lar é o mais importante, Jesus diz aos seus discípulos: "Por que sois assim tímidos? Ainda não tendes fé?" Não tema a tempestade, o gigante, o devorador. Hoje o Senhor dará a tua vitória, alcançará teu lar, renovará a tua casa, toda a tua família, basta você crer e viver esta fé, que o melhor de Deus acontecerá.

Mas as lutas e ação de Jesus em sua vida não param por ai, e Hoje Jesus Cristo pode acalmar 2º) A TEMPESTADE DA SUA FINANÇA. Talvez a tempestade que te atormenta hoje é a dificuldade financeira, e esta atormenta grande parte das pessoas hoje, até mesmo aqueles mais precavidos, e quando esta chuva impetuosa se lança sobre nós, parece que nada irá resistir a sua força, ela mexe com toda nossa estrutura, não deveria ser assim, pois por crermos em Cristo, já deveríamos estar prontos e tranqüilos para enfrentar esta tempestade, mas todos nós sabemos que não é isso que acontece talvez você esteja no meio de um turbilhão de dividas, pessoas lhe cobrando, juros subindo, seu nome bloqueado, seu futuro comprometido, e quando falamos de dinheiro, o que mais nos preocupa é o "amanhã", o futuro. O que será de nós no dia de amanhã, não é mesmo? Existem pessoas adoecendo, enlouquecendo, dando cabo da própria vida por causa de lutas financeiras, a incerteza do que será de nós no amanhã é o que mais nos atormenta nesta tempestade, diante da insegurança que temos em relação ao futuro, nos tornamos ansiosos, e a ansiedades abre brechas para os ataques do inimigo, e nossa tranqüilidade vai embora pelo ralo da vida, mas hoje o Senhor Jesus lhe diz: "não se desespere, Eu estou contigo neste barco". Jesus se preocupa com nossa "saúde" financeira, Ele quer que honremos nossos compromissos, e que desta forma honremos seu santo nome, por isso é necessário que você creia que Jesus não esta de olhos fechados para a sua luta financeira, que Ele não esta dormindo enquanto você se depara com essa situação, mas algo que é necessário aprendermos, é que nesta luta nós precisamos estar vigilantes e com nossa fé em dia, vigilantes quanto as nossas atitudes, nossos gastos, nossos compromissos com o reino, dízimos corretos de tudo aquilo que ganhamos, mostrando nossa honestidade e sinceridade, ofertas de amor honrando o Senhor Jesus, demonstrando que aprendemos com Ele o que é generosidade e amor, e estarmos em dia com nossa fé para crermos que nada nos irá faltar nem hoje e nem amanhã:
"Fui moço, e agora sou velho; mas nunca vi desamparado o justo, nem a sua descendência a mendigar o pão". (Sl. 37. 25). A palavra ainda acrescenta: "Aqueles que temem o Senhor aprenderão com Ele o caminho que devem seguir. Eles sempre terão sucesso, e a Terra Prometida será dos seus filhos".
(Sl. 25. 13)
. Jesus está conosco neste barco, e esta tempestade não nos irá derrotar, basta crermos, e chegaremos do outro lado da margem deste mar.

Mas há mais de Cristo para a sua vida, porque hoje Jesus Cristo pode acalmar 3º) A TEMPESTADE DO SEU ESPÍRITO. Mesmo após olharmos para tudo o que Jesus pode, para tudo que Ele faz por cada um de nós, talvez ainda surja uma ponta de duvida em nossos corações, isso não deveria acontecer, mas acontece com mais freqüência do que imaginamos, e talvez esta seja a mais silenciosa, porém mais destruidora das tempestades que se abatem sobre nós. O inimigo é ardiloso, e de forma sutil e silenciosa batalha para minar nossas forças espirituais, para enfraquecer nossa fé, isso são os chamados "dardos inflamados" do inimigo (Ef. 6. 16). Muitas vezes nos preocupamos com as chuvas externas, as que podemos ver molhando, que nos esquecemos de cuidar de nosso barco interior, que é acometido pelas tempestades dentro do nosso ser, preocupamo-nos em trabalhar, lutar, ir aos cultos, mas nos esquecemos de diariamente nos enchermos da glória e da graça de
Deus, esquecemo-nos de diariamente separarmos um tempo as sós com Deus, para orarmos, lermos a Bíblia, meditarmos em silencio no que o Senhor quer falar conosco, daí tornamo-nos vulneráveis e fracos diante das tempestades que satanás lança sobre nossas vidas, pois não temos base espiritual para enfrentarmos as lutas, e daí se abate sobre nós a dúvida em relação à ação de Deus, ou seja, a falta de fé abate-se a depressão, a angustia, o medo, tudo por não nos aperfeiçoarmos espiritualmente, por não sermos vigilantes com o nosso ser interior, com nosso espírito, mas Jesus se preocupa com suas lutas espirituais, Ele se preocupa se você anda sofrendo, chorando, depressivo (a). Jesus quer nos ver bem! Quer que sejamos mais que vencedores! Jesus se preocupa com você hoje, Ele esta olhando para o que você esta sentindo agora e quer te levantar espiritualmente, para que você seja um gigante na fé, um vencedor, uma pessoa feliz. Neste momento o Senhor quer te dar o escudo da fé, para que com ele você possa apagar os dardos inflamados do inimigo
(Ef. 6. 16), para que você possa ser feliz, Jesus tem poder para acalmar esta tempestade dentro do teu ser, para tirar essa angustia que bate ai dentro, para te conduzir por um mar seguro.

Jesus sempre está conosco no barco da vida, Ele se preocupa com você. Ele tem poder para acalmar a tempestade dentro do seu lar, para te dar saúde financeira, para acalmar todo o teu ser, fazendo descansar a sua alma! Ele te chama hoje para renovar a sua fé, para te levar definitivamente a vitória.


Em Jesus Cristo!

Rev. José Ricardo Capelari.


Ocorreu um erro neste gadget

Você é nosso visitante

Obrigado!

Seguidores

Voltemos ao Evangelho

Diga não a essa atrocidade!

Diga não a essa atrocidade!
Pedofilia é crime!

Afiliado a UBE



Sociedade Calvinista

Bases da Reforma

Bases da Reforma
Valores da liberdade protestante

Dicionário Hebraico

Tradutor Online
Desenvolvido por Alexandre Rossi. Tecnologia do Blogger.

Siga-me no Twitter

Siga-me no Twitter
twitter.com/_capelari

Vale a pena ler!

  • O Livro mais mal humorado da Bíblia - Ed René Kivitz
  • O discipulado dinâmico - Kuhne
  • Religião, uma bandeira do inferno - Glenio Paranaguá
  • Cruz Credo, o credo da cruz - Glenio Paranaguá
  • Ponha ordem em seu mundo interior - Gordon McDowell
  • Corra com os cavalos - Eugene Peterson
  • Pastoreando a Igreja - Joseph Stowell
  • Liderança em tempos de crise - Charles Swindoll
  • Bíblia Sagrada - Todas edições
  • Revista Ultimato

Click na imagem e ouça a rádio da Igreja Presbiteriana do Brasil

IPB - Rádio & TV

IPB - Rádio & TV
Todas as quartas-feiras pela RTV Canal 10 às 20:00hs para Maringá e região. Click e acesse o conteúdo on line

Conheça a PL 22

NÃO À PL 122