postheadericon De que forma você vê a vida?

Gosto de observar as pessoas, não para a fofoca, nem para comparações ou comentários (que as vezes são inevitáveis), mas para conhecê-las melhor, creio que essa seja uma das formas mais produtivas de se conhecer o outro. Nas minhas observações percebi que há muitos desiludidos com a vida, não necessáriamente desistentes dela, mas sem perpectivas de futuro, com pessimismo no presente, desolados com os fatos do passado. Vejo pessoas que só conseguem destacar o lado ruim das coisas, como diz o ditado: "só conseguem destar o pringo preto no imenso quadro branco". Essa atitude não produz nada de bom, pelo contrário, afunda mais ainda àqueles que já estão imersos nos buracos escuros da existência. Se você se sente assim afundado (a), se você é um destes que está imerso em pessimismo, eu quero lhe ajudar a ver o outro lado da vida, e antes que você feche o filtro, ou para de ler este post, quero avisar que eu não sou nenhum adepto da visão positiva, do positivismo de Comte, da teologia da prosperidade não, sou apenas alguém que está buscando ver o que a vida tem de bom, e ela tem muita coisa boa, pode ter certeza, mas vamos lá, quero te dar uma dica.
Observe a atitude dos grandes homens e mulheres de Deus . Lembro-me de Davi quando ouviu o insulto de Golias e resolveu lutar contra ele (I Sm. 17), Saul ficou assustado com a atitude do rapaz e tentou averiguar se Davi estava louco, mas o rapaz não estava, simplesmente estava decidido a lutar, e quando Saul disse que Davi era muito moço, o futuro Rei de Israel contou suas experiências, e de como ele havia lutado com Leão e Urso e havia vencido, e se vencera a dois animais daquele porte, um gigante ia ser moleza! (I sm. 17. 16 e 17).
Depois Golias tentou intimidar a Davi com sua escolta, suas armas e seu tamanho, como acontecem com os problemas que nos cercam diariamente, que sempre fazem uma grande propaganda, mas depois que passam mostra sua pequenez diante do poder de Deus, mas voltemos a Davi, quando Golias tentou intimida-lo com seu tamanho, imagino eu de uma forma bem engraçada o que pensou Davi: "esse filisteu tem uma 'testona' enorme, não vou errar a pedrada de forma nenhuma".
Ou seja, tudo era contrário ao sucesso, mas Davi não olhou para isso, pelo contrário, ele disse a Golias: "Tu vens contra mim com espada, e com lança, e com escudo; eu, porém, vou contra ti em nome do Senhor dos Exércitos, o Deus dos exércitos de Israel, a quem tens afrontado". (I Samuel 17. 46).
Diga ao seu problema o tamanho do seu Deus, de quantas lutas Ele te deu vitória, de quantas vezes o Senhor supriu tuas necessidade, e o melhor de tudo, de como Deus amou de forma grandiosa o mundo, que deu Seu único Filho, para todo o que nEle crê não pereça, mas tenha o maior de todos os prêmios, que é a VIDA ETERNA!
Você tem dois lados para ver a vida, eu estou te mostrando o lado bom!
Em Cristo.
Pr. José Ricardo

postheadericon Como se constrói uma igreja.


"... ao seu lado Uziel, filho de Haraías, um dos ourives; ao lado dele Hananias, um dos perfumistas; e fortificaram Jerusalém até o muro largo". (Ne. 3.8).

Este versículo esta contido no meio da história da reconstrução de Jerusalém comandada por Neemias e é bem interessante para aquilo que gostaria de compartilhar com vocês. Para reconstruir uma cidade do porte de Jerusalém, era necessária muita mão de obra, e mão de obra especializada, construtores, carpinteiros, engenheiros, serventes e outras pessoas ligadas ao ramo da construção, esse seria o time ideal para qualquer obra desta grandeza, porém não foi o que ocorreu nesta época com Neemias, ele não contava com este time de especialistas, pelo contrário, ele contava é com o povo mesmo, pessoas comuns, acostumadas a fazerem outras tarefas, ligadas a outros setores da industria e do comércio, e que nunca havia empunhado antes um esquadro ou uma colher de pedreiro, como os dois personagens do texto acima, pois Uziel era filho de um ourives e provavelmente trabalharia com isto, e Hananias era um perfumista, longe da árdua tarefa de um pedreiro ou mestre de obras, e era com este povo que Neemias contava, porém Neemias não desanimou, mas foi até o final na obra que Deus havia lhe dado.

Na construção de uma Igreja ocorre à mesma coisa, não contamos com um time de especialistas, de teólogos experientes e renomados líderes, todos formados nas melhores escolas do mundo, nós contamos com o povo, pessoas simples, que atuam nas mais diversas áreas e profissões, porém pessoas de um coração rendido nas mãos de Deus e que dia-a-dia se dispõem a servirem ao Senhor e a construir um reino maior e melhor para receber seu grande Rei, Jesus. E o grande segredo da igreja é este: poder contar com ilustres desconhecidos que doam suas vidas pela grande causa do evangelho e que a cada dia constroem uma igreja forte, unida e soberana, onde as portas do inferno não prevalecem contra ela. (Mt. 16.18).

Deus ama muito você, Ele valoriza todo o seu esforço e seu trabalho dentro da obra desta igreja, a cada dia que passa, Deus vê suas lutas, seu choro, porém a cada dia mais, Ele se dedica na construção da sua morada celestial, a morada que aguarda a todos os "construtores" de Sua igreja.

Você e tudo o que você faz e muito importante para o Reino de Deus, "Nobres Construtores".

Em Cristo Jesus.

Pr. José Ricardo Capelari.

postheadericon Lucros e prejuizos!

Tenho observado com preocupação o desenvolver do cenário evangélico atual, apesar de crer que "as portas do inferno não prevalecem contra a Igreja de Cristo", fico preocupado com o que nos espera mais a frente. Ser evangélico hoje não é mais como antigamente, ouso dizer que até perdeu o brilho dizer que se é evangélico hoje, pois tudo o que não é católico é ...evangélico, ou seja, tudo farinha do mesmo saco. Ser evangélico hoje é ser ávido por dinheiro, determinista, estrategista, empresário, ter propósitos, viver em células, tomador de posse, dançarino, organizador de eventos, bem sucedido...aff...deixa eu parar por aqui, pois ser evangélico é tudo hoje, menos [sic] ser proclamador do evangelho ou cristão autêntico. Digo isso não por frustração, mas porque é isso que vemos pelos cultos digitais, é isso que ouvimos dos pregadores eletrônicos, tudo comprovado é claro, pelos inúmeros milagres testemunhados pelos fiéis emocionados diante de tamanho poder, pelas curas que não curam àqueles que só acreditam num Cristo serviçal, num evangelho genérico, feito para satisfazer os nunca satisfeitos.
Vejo com tristezas as igrejas outroras comprometidas com a fé genunina, embarcando nos louvorzões, nos programas de arregimentação de crentes, nas "baladas" para emocionar ou arrepiar as pessoas, na fragmentação ou desistência total da liturgia para agradar os que nunca se agradam, tudo para competir no voraz mercado evangélico, mantido por resultados numéricos e econômicos, que avalia os outrora anjos da igreja pelos resultados de capital .
Não sou conservista, nostálgico ou fundamentalista (pelo menos penso que não!), mas não aguento ver nossas igrejas embarcando num barco furado, onde os coronéis do evangelho (pode-se se chamar de apóstolos se quiser) ficam com os lucros ($$$$) e nós com os prejuízos, eles com os bonus e nós com os ônus.
Quero poder vislumbrar um horizonte diferente, quero contemplar novamente a igreja militante de Jesus Cristo, com pessoas desejosas pela palavra, fervorosas na fé, simples no viver, que não temam ser chamadas pelo doce nome de PROTESTANTES, inconformadas com o presente século, renovando-se pela transformação de suas mentes, mesmo que num ambiente hostil.
Sei que há esperança, por isso continuarei a PROTESTAR, até que ELE venha.
Maranata!
Soli Deo gloria

postheadericon Podemos ser derrubados, mas nunca nocauteados!


"Em tudo somos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desesperados; perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos; trazendo sempre no corpo o morrer de Jesus, para que também a vida de Jesus se manifeste em nossos corpos". (II Co. 4. 8-10)

Esta passagem de II Coríntios é formidável, pois em nenhuma outra carta paulina vemos tamanha exposição da pessoa de Paulo, aqui ele fala o que é viver por Cristo e para Cristo, mostrando-nos que ser um cristão não é tarefa fácil desde o início da Igreja. Outra coisa que me chamou a atenção foi à forma simples e clara que Paulo escreve à igreja de Corinto, ele não vem com “rodeios”, mas descreve sua trajetória de forma que todos podem entender. Mas há ainda outro destaque nesta passagem que é a confiança de Paulo na poderosa mão de Deus sobre a sua vida, a qual podemos ter também sobre as nossas vidas. Paulo fala que ele em tudo sofria tormentos, mas que não se angustiava (não se consumia ou se estressava – paz de espírito) por causa disto; ele via coisas de deixar o “cabelo em pé”, mas não se desesperava com isto (mantinha sempre a calma – longanimidade); Paulo era perseguido, mas sabia que a poderosa mão de Deus não o desamparava (fé – confiança), e aqui vem algo interessante, Paulo diz: “...abatidos, mas não destruídos...”, ou seja, ele poderia ser derrubado nas batalhas da vida, mas em nenhuma delas ele era nocauteado, nunca “beijava a lona”. Assim também acontece conosco que confiamos em Deus, podemos sofrer as mais diversas decepções, ouvir uma palavra que nos fere lá no fundo, ver algo que nos entristece, chorar pelas tristezas da vida, podemos cair de joelhos, mas nunca para sermos destruídos, e sim para adorar e orar a Deus continuando assim a nossa batalha. Quando isso acontece em nossas vidas, podemos afirmar convictos como Paulo, que trazemos sempre em nosso corpo o morrer (sacrifício) de Jesus, para que também a vida de Jesus se manifeste em nosso corpo, e nós tenhamos vida eterna, alegria eterna e amparo eterno.

Se você está enfrentando lutas ou tristezas em sua vida, se sua alma anda cercada de angustias, se seu espírito sofre ataques diários, confie em Deus, pois ele está junto de você, e se neste momento você estiver de joelhos dobrados, saiba que não é para “beijar a lona”, mas é para adorar a Deus na melhor posição. E se nesta hora você sentir que precisa de ajuda, pode contar comigo.

Em Cristo Jesus.

Pr. José Ricardo Capelari

postheadericon UNE - Vandalismo e baderneira de quem deveria dar o exemplo!

Por estes dias, mais precisamente entre 15 e 19 de julho de 2009, se realizou o 51º Congresso da UNE - União Nacional dos Estudantes, uma classe representativa, que durante anos defendeu o interesse e os ideais da juventude estudantil brasileira, enfrentando a ditadura, lutando no Empitchman do Collor, pelas Diretas, e tantas outras conquistas da democracia nascional. Só que há algum tempo, essa tão afamada entidade vem perdendo seus valores e ideais, de oposição consciente, passou a amiga dos governos, recebendo patrocinios, fazendo parcerias que calaram sua voz de luta, e agora, após este congresso, recebemos a notícia de que o saldo foi diferente daquele que se esperava, pois os estudantes que participaram deste evento (aproximadamente 6.000), deixaram um rastro de destruição, vandalismo, orgia, drogas e destruição pelas escolas públidas do Distrito Federal, que foi a sede deste evento. Ao analisarem as escolas que hospedaram o evento, a secretária de Educação de Brasilia encontrou portas destruidas, banheiros estragados, e até ortas e canteiros cultivados para alimentar crianças carentes, cheios de fezes humanas, dá pra acreditar?!
Gente, a classe que um dia foi motivo de orgulho, hoje é motivo de lastima, aqueles que representavam a esperança, hoje representam o caos, e tudo isso financiado com dinheiro público.
A UNE em nota oficial, prometeu ressarcir os prejuizos financeiros, mas os prejuizos morais e intelectuais, esse ficam a fundo perdido.
ISSO É UMA VERGONHA.....



postheadericon CORPORATIVISMO OU COOPERATIVISMO?(At. 2:42-47)


Qual é o modelo de cristianismo em que você acredita, no corporativismo ou cooperativismo?

Para que se possa responder a esta pergunta, vamos entender o que significam estes termos.

Corporativismo conforme o dicionário Ruth Rocha, quer dizer: Defesa dos interesses de uma corporação pelos seus membros; ou seja, defesa do próprio interesse.

Cooperativismo, conforme o mesmo dicionário, quer dizer: Que coopera, em que há cooperação; que age em função de outros.

Talvez você tenha escolhido o corporativismo como modelo ideal de cristianismo, por pensar que nas dificuldades atuais devemos nos preocupar com nossos próprios interesses, é o “cada um por si e Deus por todos”. Este pensamento permeia muitas mentes hoje, gerando um egoísmo e um cristianismo frio e sem ação.

Nesta crise de egocentrismo atual, não queremos pensar no próximo, nos preocuparmos com suas preocupações ou gastarmos nosso precioso tempo e nosso mísero dinheiro com seus problemas. Nosso cristianismo torna-se assim um cristianismo superficial, cultuamos sem prestar culto, sem adorar verdadeiramente a Deus, vivemos de “Domingos”, indo às reuniões semanais e passando uma hora e meia ou duas na igreja; aquecemos um pouco os bancos do templo e depois voltamos para casa frios e descrentes, da mesma forma de antes.

Cristo não deixou este modelo para os seus discípulos, antes, deixou um modelo cooperativista que nos mostra que o nosso bem estar é o bem estar do nosso próximo. O modelo de Jesus nos mostra que não vivemos somente para nós, mas nos mostra que cada um de nós é membro de um corpo. Cada membro tem sua função distinta neste corpo, e ninguém consegue viver fora do corpo ou sem a ação de outras partes do corpo. Os que são de Cristo não ficam ou não podem ficar sem agir por este corpo.

A igreja primitiva descrita em Atos 2:42-47 mostra bem isto. Esta comunidade sanava as necessidades dos que estavam em seu meio, distribuindo comida, roupas, remédios e outros gêneros de primeira necessidade, isto os tornava unidos, gerando uma comunidade forte e sadia. Devemos agir assim também, nos preocupando com os irmãos da nossa igreja e com os das outras igrejas que fazem parte do corpo de Cristo, sanando suas necessidades básicas, compartilhando daquilo que temos para que não haja em nosso meio discriminação ou separação.

A igreja primitiva de Atos não se esquecia ainda dos que estavam à sua margem, daqueles que ainda não compartilhavam da mesma graça que eles já gozavam, pois saiam e pregavam o evangelho. Desta forma deve ser também a nossa atitude, de pregadores da graça de Cristo para aqueles que ainda não foram alcançados e salvos por Jesus, nos preocupando também com as necessidades imediatas destes, pois não adianta salvar somente a alma e deixar padecer o corpo, precisamos pregar o evangelho e levar o alimento, a roupa e o amor aos necessitados, este é o corpo de Cristo em ação.

Cristianismo é sinônimo de cooperativismo, e o cooperativismo é sinônimo de amor, compaixão e atitude, práticas indispensáveis a todos nominalmente ou efetivamente cristãos.

Comece hoje a cooperar, contribua com a formação das cestas básicas da igreja, com a distribuição de roupas e cobertores usados, com o lanche da classe das crianças e com a sua oração que é tão necessária e bem vinda para o trabalho de sua comunidade .

Seja cooperador no corpo de Cristo!

Em Deus.

Rev. José Ricardo A. Capelari

postheadericon “De Mim procede o teu fruto” (Oséias 14.8) Charles Haddon Spurgeon


Nosso fruto procede de nosso Deus como da união. O fruto dos galhos está diretamente ligado à raiz. Cortando-se a conexão, os galhos morrem, e nenhum fruto é produzido. Em virtude de nossa união com Cristo nós geramos frutos. Cada cacho de uvas esteve primeiro na raiz, passou através do caule, e fluiu através dos vasos condutores, e foi moldado externamente na fruta, mas esteve antes no caule; assim também, toda boa obra esteve primeiro em Cristo, e então é produzida em nós. Oh cristão, avalie esta preciosa união com Cristo; por que esta deve ser a fonte de toda fertilidade que você pode esperar conhecer. Se você não estivesse ligado a Jesus Cristo, você seria um ramo estéril de fato.

Nosso fruto provém de Deus como da providência espiritual. Quando as gotas de orvalho caem do céu, quando a nuvem parece cair do alto, e está a ponto de destilar seu líquido precioso, quando o brilho do sol faz reluzir os frutos nos cachos, cada bênção celestial parece murmurar para a arvore e dizer: “De mim procede o teu fruto.” O fruto deve muito à raiz - que é essencial para a produtividade - mas ele também deve muito mais às influências externas. Quanto nós devemos à graciosa e providência de Deus!! Na qual Ele nos provê constantemente com ânimo, ensino, consolação, força, ou o qualquer coisa que nós necessitarmos. A isso nós devemos toda a nossa utilidade ou virtude.

Nosso fruto provém de Deus como de um sábio agricultor. A faca de lâminas afiadas do jardineiro auxiliam a arvore a dar frutos, diminuindo os cachos, e podando os galhos excedentes. Que seja assim, cristão, com relação a poda que o Senhor lhe concede. “Meu Pai é o agricultor. Todo galho que, estando em mim, não der fruto, Ele o corta; e todo o que dá fruto limpa, para que produza mais fruto ainda.” Desde que nosso Deus é o autor de nossa boa vontade espiritual, vamos dar a Ele toda a glória de nossa salvação.

Traduzido e enviado pelo Rev. Marco Antônio Rodrigues revmarco@terra.com.br

postheadericon QUAL É O CAMINHO PARA A FELICIDADE? (Jo. 14.6).


"Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim".

Gosto da literatura de Auto-ajuda, aqueles livros que nos ajudam a encontrar o caminho para algo que queremos fazer, ou nos dão formulas para resolvermos problemas, todos sempre com o mesmo princípio de que devemos procurar a solução dentro de nós mesmos e assim conseguiremos resolver os problemas exteriores e encontrar a tão sonhada felicidade. Para mim, estes livros têm o fascinante poder de motivar e estimular o individuo a fazer alguma coisa para mudar seu meio, porém, muitas pessoas mesmo usando destas literaturas não conseguem sair do lugar onde estão, gerando dentro de si uma insatisfação, uma acomodação e por consequência uma depressão e uma infelicidade. Por outro lado, existem pessoas que conseguem se mexer e que respondem aos estímulos, mas mesmo assim não conseguem se satisfazer e por consequência passam a buscar exaustivamente uma realização, quer seja financeira, quer sentimental, quer profissional, e alguns até espiritual, e mesmo assim vivem infelizes e depressivos.

Porque isto acontece? Poderíamos colocar a culpa nesta sociedade voraz e capitalista em que vivemos, onde o próximo não tem valor nenhum e onde ninguém mais se importa com ninguém, poderíamos colocar também a culpa nas outras pessoas, que são incapazes de nos fazer feliz. Mas na verdade a culpa não é externa, mas sim interna, ou seja, o problema está dentro de você. A insatisfação e o descontentamento que você sente não é originado por causa dos outros, mas a raiz do problema está dentro de você, ai dentro do seu coração. E sabe como você faz para exclui-la de vez da sua vida e ser feliz de uma vez por todas? Deixe Jesus Cristo tomar conta da sua vida! Se você já é crente há muito tempo, busque renovar o dom de Deus que há em ti (II Tm. 1.6), revitalizando a sua vida e colocando-a a serviço do Reino de Deus, caso você esteja encontrando dificuldade, procure os pastores da Igreja, nós iremos te ajudar. Mas se você ainda não tomou uma posição por Jesus Cristo, faça-o agora! Não perca tempo, este é o momento de mudar a sua vida e encontrar a vitória e o alívio, Jesus tem poder para te dar a Paz! Busque a Cristo, ore pedindo que ele entre em sua vida, e caso você esteja com dificuldades para fazer isto, procure um dos pastores da Igreja, com certeza iremos te ajudar. E caso você não saiba quem é Jesus, eu vou lhe dizer agora: Jesus Cristo é o caminho a verdade e a vida, e ninguém vai a Deus se não por Ele! (Jo. 14.6). Jesus Cristo é o filho de Deus, o unigênito do pai (Jo. 1.14), Jesus Cristo é o Senhor, Ele é o Salvador, e Ele pode transformar teu choro em alegria! (Jr. 31.13). “JESUS É O CAMINHO PARA A FELICIDADE!”

Pr. José Ricardo Capelari.

postheadericon Corinthians


Não faço uso do blog para ofender ninguém, por isso, os leitores que torcem para outros times não se ofendam comigo, mas preciso mencionar a grande conquista do meu time nesta noite, somos pela terceira vez os campeões da Copa do Brasil, falo isso, pois aguentei muito "sarro" até chegar aqui, ouvi muitas besteira até chegar aqui, mas nunca desisti de torcer pelo Corinthians, claro, sempre respeitando aos outros e também as suas opiniões, e agora posso dizer, aliás gritar: CORINTHIANS EU NUNCA VOU TE ABANDONAR!!!!!!!!
2009: Capeão da Copa São Paulo; Capeão Paulista invícto; Capeão da Copa do Brasil.
Estamos bem no Brasileiro e nos preparando para 2010, com a repatriação quase acertada de Edu, Sylvinho e talvez o Deco.
Corinthians!
Ocorreu um erro neste gadget

Você é nosso visitante

Obrigado!

Seguidores

Voltemos ao Evangelho

Diga não a essa atrocidade!

Diga não a essa atrocidade!
Pedofilia é crime!

Afiliado a UBE



Sociedade Calvinista

Bases da Reforma

Bases da Reforma
Valores da liberdade protestante

Dicionário Hebraico

Tradutor Online
Desenvolvido por Alexandre Rossi. Tecnologia do Blogger.

Siga-me no Twitter

Siga-me no Twitter
twitter.com/_capelari

Vale a pena ler!

  • O Livro mais mal humorado da Bíblia - Ed René Kivitz
  • O discipulado dinâmico - Kuhne
  • Religião, uma bandeira do inferno - Glenio Paranaguá
  • Cruz Credo, o credo da cruz - Glenio Paranaguá
  • Ponha ordem em seu mundo interior - Gordon McDowell
  • Corra com os cavalos - Eugene Peterson
  • Pastoreando a Igreja - Joseph Stowell
  • Liderança em tempos de crise - Charles Swindoll
  • Bíblia Sagrada - Todas edições
  • Revista Ultimato

Click na imagem e ouça a rádio da Igreja Presbiteriana do Brasil

IPB - Rádio & TV

IPB - Rádio & TV
Todas as quartas-feiras pela RTV Canal 10 às 20:00hs para Maringá e região. Click e acesse o conteúdo on line

Conheça a PL 22

NÃO À PL 122